“Avanti, Wálter!” – Rogério Amato

Desde o início da sua adolescência Rogério Amato, após sair do Colégio São Bento, no centro de São Paulo, ia dar expediente na indústria Springer, de propriedade de seu pai. Tratava-se de uma espécie de cultura familiar, que ele também transmitiu aos seus três filhos, após avaliar que sua experiência foi extremamente salutar e propositiva. Certamente contribuiu para que Rogério Amato desenvolvesse uma trajetória empresarial e pessoal bem sucedida. Além de empresário, seu currículo registra a presidência da histórica Associação Comercial de São Paulo e o posto de Secretário Estadual da Assistência Social de São Paulo durante o governo Claudio Lembo.(2006/2007). Também já é um tradicional militante de causas comunitárias ligadas à infância.

A  herança paterna referida acima, vem de um nome lendário  na história empresarial brasileira. Seu pai, Mário Amato, foi um clássico empreendedor desde a mais fresca juventude, cujas virtudes estão expressas no seu currículo. É de impressionar o seu poder de realização, diante de grandes empresas que criou. E entrou para a história da FIESP, que dirigiu de 1986 a 1992, como um dos presidentes mais  desassombrados que passou pela sua presidência.

Rogério Amato é amigo do desembargador Wálter Fanganiello Maierovitch desde a infância. Portanto, o seu depoimento em favor da candidatura dele ao parlamento italiano traz a marca do afeto. Mas, sobretudo, apresenta o respeito das amizades conscientes, que estreitam os vínculos entre pessoas que, numa via da mão dupla, se olham pelo coração e pela razão, conforme atesta o texto a seguir.

“Vivemos a era da incerteza, em que as atuais estruturas de representação tornaram-se ineficazes, obsoletas.

Slogans anestesiam a compreensão de temas complexos e arranjos cosméticos são aplicados, ao invés de se fazer o que é necessário.

Mudanças são necessárias e serão aceitas na medida em que conduzidas por pessoas cujo testemunho de vida seja coerente com os valores marcados pela ética. É, felizmente, um anseio das pessoas que se avoluma a cada momento. Tenho a certeza de que Wálter Fanganiello Maierovitch preenche essas expectativas, pois conheço-o de longa data e sei perfeitamente de quem se trata.

O apoio ao desembargador Wálter Fanganiello Maierovitch para pré-candidato a deputado ao Parlamento Italiano, como representante da América do Sul, atende a um dever de consciência. Diria também que é um chamamento dos meus queridos antepassados italianos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here